Sete alunos do Campus de Castanhal se inscreveram no Desafio Universitário Empreendedor (DUE) do Sebrae. E foi um longo caminho até a semifinal estadual para que Maria Vitória Rodrigues Oliveira, do curso de Engenharia da Computação, chegasse em primeiro lugar nessa fase.

Maria Vitória tem apenas 18 anos e criou um aplicativo de controle de endemias. “O projeto é de gerenciamento e controle de endemias. Nele, as pessoas colocam a doença que elas tinham e assim as esferas do sistema (a população, o poder público e empresas) podem tomar as medidas necessárias.” 

A estudante explica como aconteceu a seleção. “Na semifinal estadual, cada participante levou uma ideia. As 9 melhores ideias foram selecionadas e, a partir daí, formaram-se 9 equipes. Para a final nacional, foram escolhidas as 4 melhores ideias e os participantes formaram uma equipe só, a qual irá representar o Pará e disputar com outras equipes de todos os Estados do país”.

Agora, Maria Vitória está na final, que ocorrerá em Brasília, entre os dias 7 e 12 de abril. Ela afirma que, desde o início, planejava fazer um projeto voltado para a sociedade. Para a final, planeja criar algo com âmbito social, sustentável e econômico.

Para Maria Vitória, os laços criados também influenciam na importância do Desafio: “Para mim, o que foi muito importante foi o aprendizado. Fiz amizades. Conheci muitas pessoas e todas me ensinaram algo, conversamos sobre tecnologia e empreendedorismo. Para a sociedade e, principalmente, para os universitários é importante porque dá apoio a novas ideias. Nós, universitários, queremos estudar e trabalhar, só precisamos de apoio.”

UFPA no DUE – A Universidade Federal do Pará participa do Desafio Universitário empreendedor há 10 anos. Em 2017, recebeu o prêmio de instituição que mais inscreveu estudantes universitários no Desafio (leia mais aqui).

Desafio Sebrae - É uma competição nacional de caráter educacional, desenvolvida pelo Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae). Ao participar do Desafio o estudante (ou professor) será estimulado a desenvolver atitudes empreendedoras e ficará mais preparado para os desafios do mercado, por meio da capacitação, aprimoramento e desenvolvimento de habilidades corporativas.Para se inscrever, é preciso ser aluno do ensino superior ou professor universitário. Os participantes podem ganhar prêmios, que vão de troféus a viagens. Para se inscrever, clique aqui.

 

Texto: Paula Lopes – Ascom UFPA/Castanhal, com informações do Portal Multicampi da UFPA
Imagens: Acervo Maria Vitória Oliveira